Warning: scandir(/var/www/wp-content/plugins/smart-slider-3/nextend/library/libraries/cache): failed to open dir: No such file or directory in /var/www/wp-content/plugins/smart-slider-3/nextend/library/loader.php on line 29

Warning: scandir(): (errno 2): No such file or directory in /var/www/wp-content/plugins/smart-slider-3/nextend/library/loader.php on line 29
Eletrolipólise - Estética Rejane Almeida

Eletrolipólise

Reduz  a gordura localizada aumentando o metabolismo, acelerando o gasto calórico. Ela também incrementa o fluxo sanguíneo, melhorando a circulação no local. Permite tratar papadas, gordurinhas entre axila e seio e as gordurinhas do “tchauzinho.

O que é Eletrolipólise?

A eletrolipólise, ou eletrolipoforese, é um tratamento estético que funciona no combate às gorduras localizadas e à celulite. Contudo, este é um procedimento que possui diversas contra indicações, como por exemplo feridas na pele, infecção local, diabetes e mioma.
O tratamento com a eletrolipólise promove a quebra das células de gordura e facilita a sua saída. Estudos científicos têm comprovado que o uso da eletrolipólise é eficaz no combate à gordura localiza e celulite, entretanto, melhores resultados são observados se fizer também exercícios físicos e uma dieta hipocalórica.

Como funciona a eletrolipólise
A técnica consiste em aplicar uma corrente elétrica de baixa frequência nos locais afetados, onde há uma consequente perda de gordura acumulada e aumento da circulação sanguínea, melhorando também a aparência da pele e diminuição do inchaço.


Resultados da eletrolipólise
Os resultados da eletrolipólise são geralmente observados a partir da 10ª sessão, mas podem ser vistos antes se o indivíduo fizer ainda outros tratamentos estéticos como por exemplo a drenagem linfática, que facilita a retirada dos líquidos e de toxinas.

Recomenda-se realizar no mínimo 10 sessões de eletrolipólise, em dias alternados, exercitar-se e alimentar-se corretamente para a diminuição da gordura localizada e da celulite.


As contraindicações da eletrolipólise são:

  • Mioma uterino; câncer;
  • Toma de medicamentos com corticóides, progesterona e/ou beta-bloqueadores;
  • Hipertensão; hipoglicemia; diabetes;
  • Síndrome de Cushing; marcapasso cardíaco;
  • Hipotireoidismo; gravidez;
  • Epilepsia; insuficiência renal;
  • Alergia na zona a ser tratada;
  • Deficiência de cálcio, osteoporose.
Close